Eu I.

em segunda-feira, 16 de agosto de 2010

image


          Era uma vez eu.
Eu não sabia que podia sair tão machucado daquilo que gostava de fazer: viver; só queria ser feliz. E deu certo, por certo e por um certo tempo.
Mas num dia qualquer, como todos os outros, eu não sabia mais o que era a vida. Pelo menos não a vida que eu costumava conhecer.
Então eu não era nada.
Naquele dia, eu não existia.
          Talvez, eu nunca fora.

Rafael M. Watanabe

1 comentários:

VerMent* disse...

Sou nova leitora, não posso passar uma carraspana e dizer pra atualizar... por isso ando aprofundando nos arquivos e não me surpreendo. Continua ótimo.

Postar um comentário

Não se acanhe, e procure ser legível. =)