Recomeço.

em sábado, 23 de janeiro de 2010

          Uma vez eu li em um blog – mesmo que a situação como leitor que me encontrava na época era outra – que, caso seja preciso, ou achemos que seja necessário, não devemos ter medo de simplesmente parar… E recomeçar. Mesmo que seja um caminho “torto”, cansativo e repetitivo. 
         Eu não podia mais continuar com o escrivaminha de antes, pelo simples motivo de que o ‘escritor’ daquele escrivaminha não podia continuar mais. Estranho? É, um pouco. Ele “construiu” aquele blog em cima de textos que sempre, de alguma maneira, o levavam àquele estranho, e chegou um momento em que ele não se via mais pensando no estranho com tanta freqüência (eu ainda me faço valer do trema). 
          Então, decidiu que iria apagar todos os arquivos, começar um novo blog – NOVO – mesmo que ainda seja com o mesmo nome… Nesse blog, sua nova fase de escrita – mesmo que seja igual. Claro… Alguns textos antigos, dignos de lembrança, ainda apareceriam… E seriam muito bem vindos. Mas, não como antes.
          Ele não queria fazer o passado tão presente, como antes.
          Bom, espero que me acompanham nessa nova “jornada”.

Rafael M. Watanabe

1 comentários:

Ágda disse...

Apesar da demora, sempre procura passar por aqui. Mudanças sempre são bem vindas.
p.s: essa foto só me lembra a rapha :]

Postar um comentário

Não se acanhe, e procure ser legível. =)