Pensamento.

em sexta-feira, 30 de abril de 2010

image

Já parou para pensar
Que o dia que vem depois do dia mais quente do verão
Já não é assim tão quente?

            Isso é como o segundo tiro que atinge o coração.
            É como o segundo pedido de perdão:
            Não se sente.

Rafael M. Watanabe

6 comentários:

Luan do Carmo disse...

ahaha Ele escreveu isso na minha agenda do ano passado! Sim, tenho palavras escritas, literalmente pelas mãos do Rafael Watanabe.

Henrique disse...

A primeira vez que eu vi esse poema foi em 2008, e continuo com a mesma opinião: você sabe escrever.

Ágda disse...

Nem tenho nada manuscrito dele...
Só sei que o tenho como um irmão, ou melhor, como um ídolo.
Sabe que não exagero, Rafael :]
tá, relevemos... eu exagero aushuahsuahs

Não se atente.

Anna Clara disse...

Concordo plenamente com o Henrique aí de cima:
você sabe escrever!

Parabéns Rafael! Já te disse que te acho talentoso? Se não, digo agora: te acho muito talentoso!

Beijão!

Gilmar disse...

Acho perdão algo tão puro que só pode existir, verdadeiramente, uma vez.

Rafael, seu talento é admirável e invejável.

luma disse...

bonito! bonito mesmo!

Postar um comentário

Não se acanhe, e procure ser legível. =)